Tratamentos que restauram os dentes e mantém as estruturas de suporte saudáveis

Profilaxia

Este é um momento de extrema importância. É aqui que o paciente sela uma parceria com o seu dentista. Uma parceria de confiança e de tranquilidade em saber que está sendo bem assistido.

Preferencialmente a profilaxia (limpeza) é feita a cada 6 meses.

Neste momento além de removermos a placa bacteriana e o tártaro , analisamos dente a dente, conseguindo assim detectar qualquer anormalidade que necessite de tratamento posterior.

Também muito importante é salientar que neste momento fazemos a manutenção e a revisão de tratamentos já realizados, como restaurações, porcelanas, próteses .

No consultório, optamos pela profilaxia feita com ultra som, jatos de bicarbonato (auxilia na remoção de manchas extrínsecas) e micro escovas.

** Se sua gengiva está sangrando durante a escovação e ou ao usar o fio dental; ou se seu hálito não está muito agradável, provavelmente já deve ter passado 6 meses desde sua última profilaxia.  LEVE A SÉRIO !!!

Reconstrução em Resina (onlay/inlay)

Os materiais estético-restauradores têm sido cada vez mais utilizados para restaurar dentes posteriores.
Atualmente as resinas compostas híbridas são consideradas materiais de primeira escolha para a restauração da cavidade conservadoras e de tamanho moderado no setor posterior sempre que o material estético e adesivo for necessário. Entretanto, as restaurações indiretas feitas em resina ou cerâmica infiltram menos e adaptam-se melhor se comparadas `as feitas na mesma sessão diretamente no consultório.
As restaurações do tipo Inlay/ Onlay representam uma excelente alternativa de tratamento restaurador estético para os dentes posteriores e suas vantagens adicionais quando comparadas as restaurações diretas com resina composta são as seguintes:

  • São confeccionados fora da boca. Melhor propriedade físicas e mecânicas, ocasionando mais longevidade dessas restaurações quando bem executadas.
  • Apresentam excepcional estética, inclusive a longo prazo devido ao seu polimento (feito em laboratório);
  • São fortes e apresentam longevidade considerável.
  • Apresentam radiopacidade similar a da estrutura dental.
  • Acumulam menos placa.

Esse tipo de restauração é ideal e indicada aos pacientes com a necessidade de preencher cavidades dentais  de médio e grande porte. O material para o preenchimento é produzido em laboratório e, por isso, garante precisão no preenchimento. O resultado estético em nada difere da aparência da dentição natural do paciente.

** São necessárias duas sessões  para a finalização do tratamento.

Restauração em Resina

A restauração é uma forma de fazer com que o dente afetado pela cárie volte à sua forma e sua função normal. Quando o dentista faz uma restauração, ele primeiro remove a parte do dente que esta deteriorada, limpa a área atingida e então preenche a cavidade limpa com um material de restauração.

Hoje em dia a resina é o material de eleição por ser bastante estética e resistente  quando o paciente precisa restaurar seu dente, seja por motivo de cárie ou de fratura.

Se esta for a indicação para o seu caso, a mesma será confeccionada numa única sessão.

É necessário que sejam feitas as revisões períodicas para manutenção das mesmas.

Tratamento para Disfunções Temporomandibulares e Bruxismo

Muitos pacientes possuem dores musculares, articulares( próximo ao ouvido), dores de cabeça, dores durante a mastigação e até mesmo num simples bocejar.

É necessário realizarmos  exames clínicos e de imagem para conseguirmos definir qual o tratamento mais indicado.

São muitos os problemas que passam despercebidos ao paciente e ,infelizmente, a alguns dentistas também.

Um destes problemas é O BRUXISMO (diurno ou noturno) que é um hábito parafuncional que pode causar desde uma simples dor de cabeça até uma fratura dental levando o paciente a ter que extrair o dente.

O Sistema Estomatognático, é composto por ossos, dentes, articulação temporo- mandibular, músculos, sistema vascular e nervoso e espaços vazios.  Ele deve ser muito bem avaliado pois existem situações ( perda de dente, inclinação acentuada, mordida desequilibrada) onde ele não está em “ordem” e acaba acometendo dores, tonturas, limitações para abrir a boca e até mesmo mastigar.

O TRATAMENTO será de acordo com cada necessidade, podendo ser desde a confecção de uma placa miorrelaxante ( com acompanhamento periódico do dentista) até um planejamento para o reequilibrio dentário/mordida do paciente.

Minha auto estima aumentou 1000% depois que coloquei as minhas lentes de porcelana.

—Silvia. M.

Dúvidas?

Tire suas dúvidas aqui mesmo no site ou entre em contato.

Dúvidas Frequentes